cmjp

Sessão especial celebra 60 anos do Hospital Napoleão Laureano

 


Na próxima quarta-feira (9), a partir da 14h, a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) vai celebrar os 60 anos de existência do Hospital Napoleão Laureano em uma sessão especial. A solenidade, proposta pelo vereador Milanez Neto (PV), vai ocorrer no Plenário Senador Humberto Lucena, na sede do Legislativo pessoense, denominada Casa Napoleão Laureano, em homenagem ao patrono e idealizador da instituição.

“São 60 anos de história como referência no tratamento oncológico, serviço de extrema relevância, com atendimentos de pacientes de toda a Paraíba e de outros estados”, destacou o autor da homenagem.

Em novembro do ano passado, o prefeito Cícero Lucena oficializou a liberação de mais de R$ 1,6 milhão em emendas impositivas ao Hospital Napoleão Laureano, fruto do orçamento municipal apresentadas por 15 vereadores. As emendas foram apresentadas pelos então vereadores Leo Bezerra, João dos Santos, Raissa Lacerda, Lucas de Brito, Helena Holanda e Professor Gabriel. Também há recursos propostos pelos atuais presidente da Câmara, Dinho (Avante), e o líder do governo na Casa, Bruno Farias (Cidadania). Completam a lista os vereadores Bosquinho (PV), Tanilson Soares (Avante), Zezinho Botafogo (Cidadania), Chico do Sindicato (Avante), Dr. Luís Flávio (PSDB), Milanez Neto (PV) e Professor Gabriel, além do vereador licenciado João Corujinha (PP), atual gestor da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania de João Pessoa.

“Vemos no dia a dia o trabalho importante feito pelo Napoleão Laureano. Por conta disso, a Câmara de João Pessoa tem feito a sua parte, contribuindo com emendas para ajudar na assistência aos que precisam de tratamento para o câncer”, declarou o presidente da CMJP, vereador Dinho.

As emendas impositivas para a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2022 foram votadas no fim do ano e os investimentos em saúde estão entre as prioridades para a Câmara Municipal de João Pessoa, inclusive com recursos destinados ao Hospital Napoleão Laureano, cumprindo uma das promessas apresentadas pelos parlamentares em visita as dependências da instituição, no final do ano passado.

História e estrutura atual

O patrono Napoleão Laureano foi o primeiro presidente da CMJP após a redemocratização. Liderou a Casa no período de 1949 a 1951, quando se fastou do cargo por ter sido acometido de câncer. A sua luta contra a doença contribuiu para a fundação do Hospital do Câncer da Paraíba e para a criação da Fundação Nacional do Câncer, no Rio de Janeiro. Em 24 de fevereiro de 1962, foi inaugurado o Hospital do Câncer Napoleão Laureano, em João Pessoa. A CMJP passou a denominar-se “Casa Napoleão Laureano” em 3 de setembro de 1963.

Atualmente, a estrutura do HNL conta com ambulatório, urgência e ala pediátrica, com especialidades de Fonoaudiologia, consultórios médicos, setor de Fisioterapia, Assistência Social, Farmácia e Nutrição. Há também uma área com centro de estudos e salas humanizadas para cuidados paliativos. No segundo piso, encontram-se a enfermaria e o setor de Enfermagem. O Hospital Napoleão Laureano se divide entre a rede pública e privada de saúde, sendo 90% dos pacientes atendidos através do SUS e 10% por meio dos planos de saúde.

No Centro Cultural da CMJP, é possível encontrar registros históricos da construção do hospital, desde fotografias e parte documental, como o decreto que estabeleceu a obra de fundação do HNL e a ata de sua inauguração. Também é possível encontrar uma série de citações e grandes mensagens do patrono sobre a luta por mais dignidade no tratamento das pessoas com câncer.

Nenhum comentário

Faça seu comentário

Tecnologia do Blogger.