Cícero Lucena (Progressistas) prestou contas das ações em 222 dias desta gestão e anunciou próximas realizações da PMJP O prefeito Cícero Lucena (Progressistas) discursou, durante a abertura dos trabalhos legislativos deste segundo semestre de 2021 da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), nesta manhã de terça-feira (10). Na oportunidade, o chefe do Executivo destacou os trabalhos realizados nestes 222 dias de gestão em meio a uma pandemia, além de anunciar as próximas ações a serem realizadas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). “Conseguimos formar uma ampla base de apoio nesta Casa Legislativa com apenas um foco: cuidar das pessoas. Que a CMJP siga sendo caixa de ressonância do desejo popular. Seja legislando, fiscalizando ou através das emendas impositivas, as quais respeitamos e cumprimos. A harmonia e a independência que sempre pautaram a relação entre os Poderes devem seguir norteando a relação entre Executivo e Legislativo. O momento é de reconstrução, retomada e esperança”, frisou Cícero Lucena. Ele ressaltou que o retorno híbrido do Legislativo, além da manutenção de vidas e empregos na cidade, se dá graças ao avanço da vacinação contra a Covid-19 (novo coronavírus). “Temos retomado o rumo do desenvolvimento com políticas públicas para melhorar a vida de todos nesta cidade. Aplicamos, até agora, mais de 660 mil doses. É mais de 90% do público-alvo vacinado com a primeira dose ou dose única. Nesse esforço, já vacinamos três gerações de Pessoenses: avós, pais e filhos. Hoje, temos cerca de 40% da população com 18 anos ou mais imunizada com as duas doses ou dose única”, comemorou o prefeito, saudando os profissionais da Saúde como verdadeiros heróis deste século. Ainda na Saúde, Cícero Lucena informou que foi ampliada em mais de 500% a rede de atenção à Covid, passando de 30 para 196 leitos de UTI. Também houve a convocação de 1.464 profissionais para atuação direta nas ações de combate ao novo coronavírus, além da implantação de cinco usinas de oxigênio. Novas ações na cidade Garantindo que a entrega de medicamentos na residência do cidadão voltará a ocorrer para mais de 60 mil beneficiários, Cícero Lucena enfatizou a reforma e ampliação de 32 escolas municipais, a construção de mais 20 novas unidades de ensino, a edificação de 3.852 unidades habitacionais e a reforma de 2 mil casas. O prefeito ainda se comprometeu com a construção de duas novas UPA's, novas unidades básicas de saúde, do Complexo de Atendimento às Doenças Raras (hospital, centro de reabilitação e centro de apoio) e com a criação da Clínica do Pet. “Através do nosso programa ‘Agora tem Trabalho’, em que anunciamos mais de R$ 1 bilhão em obras, estamos iniciando o calçamento de 500 ruas – e mais 500 estão por vir, sendo necessário para isso o apoio da Câmara. Serão 150 km de asfalto, construção do Parque Jardim das Três Ruas, nos Bancários; urbanização da Praia do Sol; requalificação do acesso da PB-008 à Barra de Gramame e à Praia do Sol; instalação de 60 mil novos pontos de lâmpadas em LED nos bairros; ampliação e reforma dos mercados públicos de Jaguaribe, Oitizeiro, Castelo Branco, Bairro dos Estados, Mercado Central e do Rangel”, anunciou Cícero Lucena. Entre as realizações desta gestão, também constaram o investimento de R$ 3,5 milhões no Terminal do Valentina Figueiredo, após dois anos de obras paralisadas, equipamento que beneficiará cerca de 139 mil passageiros; o destino de R$ 500 mil para o trânsito da Avenida Hilton Souto Maior, no José Américo, em sua primeira etapa de obras para reestruturar o sistema viário da região, inclusive com R$ 20 milhões em emendas federais; e a entrega de 7,2 km de ciclofaixas na PB-008, no último dia 5. “Demos a ordem de serviço e estamos iniciando a obra da rotatória do Geisel, cujo investimento é de mais de R$ 400 mil e vai beneficiar mais de 100 mil motoristas, devendo ser entregue até o final de novembro. Também estamos trabalhando na ampliação de áreas de convivência, na rua Artur Monteiro Paiva, no Bessa, e Avenida Floriano Peixoto, em Jaguaribe. E na Infraestrutura, já assinamos a ordem de pavimentação para 47 vias com padronização das calçadas, piso tátil para deficientes visuais, drenagem e arborização das ruas”, complementou o prefeito. Capital ganhará toten com informações turísticas em realidade aumentada No Turismo, foi reaberto o Centro de Atendimento ao Turista (CAT), em Tambaú, e outro no parque Bosque dos Sonhos, em Cabo Branco, mantendo-se circulando pela cidade o serviço móvel de atendimento ao turista. “Para marcar com chave de ouro esses sete meses, foi entregue um novo letreiro. ‘O primeiro sol das Américas’ voltou a ser o elemento de marketing do nosso turismo. Além disso, foi dado início ao projeto piloto do Toten com informações turísticas em realidade aumentada”, atestou o prefeito. Esporte pretende incentivar futuros medalhistas No Esporte, foi retomado o projeto “Campeões do Amanhã”, que envolverá 20 modalidades esportivas e já iniciaram as atividades de canoagem olímpica, futebol, ginástica rítmica e artística. Também foi lançado de forma pioneira o projeto de “Natação no Mar” com quase 250 praticantes. Além do projeto que envolve treino funcional e iniciação esportiva, com caminhada e corrida em 18 pontos da cidade. “Na última sexta-feira apresentamos o Calendário Esportivo com vários eventos, inclusive alguns internacionais como a ‘Maratona Cidade de João Pessoa’ e a ‘Gran Fondo’ de ciclismo. O calendário prevê provas de ciclismo, natação, uma copa de futebol entre os bairros, beach tennis, futevôlei, vôlei de praia e até uma etapa da Stock Car”, anunciou Cícero Lucena. Prestação de contas Ainda receberam destaque as ações relacionadas à revisão do Plano Diretor da Capital; o Complexo Beira Rio, um dos eixos do programa João Pessoa Sustentável; o desafio de tornar João Pessoa novamente uma das capitais mais verdes do mundo; o alcance de capital mais transparente do Brasil, em função da divulgação de dados relativos à Covid-19 na cidade; o investimento em armas para a Guarda Municipal e criação do núcleo de inteligência da corporação; a criação de 30 mil vagas em cursos em EAD na área de tecnologia; apoio emergencial para artistas durante a pandemia; lançamento de edital para prêmio em literatura e a realização da Festa das Neves e do São João de forma virtual. O prefeito ainda comemorou a inauguração do restaurante popular Fábio Fernandes Fonseca, no Varadouro, e a reabertura da cozinha comunitária do Jardim Veneza; programas voltados ao microcrédito social, como o edital do 'Volta por Cima' e o projeto 'Observatório Econômico', além da entrega dos Residenciais Vista Verde I e II, com um total de 384 apartamentos para famílias que viviam em áreas de risco; a implantação da plataforma Google Sala de Aula na Educação, com licitação de tablets e o anúncio do retorno das aulas presenciais da rede municipal de ensino.

  O valor pode chegar a R$ 100 milhões, obrigatoriamente destinados a obras de drenagem e pavimentação

Em votação realizada nesta terça-feira (9), a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) aprovou um projeto de lei que autoriza o Poder Executivo a contratar financiamento junto ao Banco de Brasília até o valor de R$ 100 milhões. Os recursos devem ser investidos, obrigatoriamente, em obras de drenagem e pavimentação. A estimativa é que 500 ruas sejam calçadas através desse empréstimo. Os vereadores já haviam autorizado a contratação de outros R$ 100 milhões junto à Caixa Econômica Federal com o mesmo objetivo.

“Para além das mil ruas que serão calçadas através dos financiamentos aprovados por esta Casa, temos a pavimentação de outras 200 vias previstas no orçamento. É a maior obra de calçamento que esta cidade já viu. Já foram assinadas 49 ordens de serviço e as obras iniciadas”, destacou o líder da situação, vereador Bruno Farias (Cidadania).

“A Prefeitura está trabalhando de maneira impessoal e objetiva para melhorar a mobilidade urbana da Capital e trazer dignidade e cidadania para a população pessoense. As obras não preveem apenas a drenagem e pavimentação de ruas, trata-se de um conjunto de ações que incluem a padronização de calçadas, um programa de arborização, instalação de lâmpadas de LED e piso tátil, entre outras”, reforçou o líder.

Os parlamentares presentes na votação reforçaram que o calçamento de ruas é uma das maiores reivindicações da população, e que a execução das obras previstas vai trazer inúmeros benefícios sociais. “Eu vislumbro dias mais dignos para a população, que durante muito tempo esperou por essas obras. Além de melhorias na infraestrutura e mobilidade, essa é uma ação de saúde pública, pois onde não há drenagem e esgotamento as pessoas adoecem”, defendeu o vereador Tarcísio Jardim (Patriota).

 

Critérios

O vereador Coronel Sobreira (MDB) reforçou a importância de adotar critérios imparciais na definição das ruas que serão calçadas prioritariamente. “Ruas que já constam como calçadas e não estão, rotas de ônibus, vias já saneadas são critérios importantes que serão adotados. A população precisa tomar conhecimento disso para acompanhar”, alertou.

“Os critérios que serão utilizados são muito importantes. Por exemplo, ruas que já têm um pedaço calçado e precisam ser concluídas; vias por onde circulam ônibus; ruas que possuem equipamentos públicos como postos de saúde, escolas, igrejas; bairros que têm poucas ruas pra zerar o calçamento serão prioridades”, elencou a vereadora Eliza Virgínia (Progressistas).

 

Atlas Filipéia

O desenvolvimento e lançamento do Atlas Filipéia, ferramenta que permite o livre acesso aos arquivos de dados e mapas sobre a evolução urbana de João Pessoa, foi elogiado pelos parlamentares. “Quero parabenizar a Prefeitura por esta preocupação. Agora qualquer cidadão pode conferir a situação da sua rua. Isso vai facilitar o nosso acompanhamento das ações e desburocratizar nossos pedidos. Que as ruas que têm maior prioridade possam ser drenadas e calçadas”, desejou Thiago Lucena (PRTB)

“O cidadão comum vai poder, de sua casa, acessar informações que antes eram privilégio de poucos. Agora teremos mais transparência, através de uma ferramenta desenvolvida por servidores da Prefeitura”, parabenizou Bosquinho (PV).

“A equipe de tecnologia e geoprocessamento da Prefeitura está de parabéns por essa plataforma. Agora a população vai poder acompanhar e cobrar as ações, já que trata-se de uma ferramenta que interage com os cidadãos. As pessoas vão poder ver se sua rua está na previsão de calçamento, por exemplo”, comemorou o presidente da Casa, vereador Dinho (Avante).

“O Atlas Filipéia possui um inventário de pavimentação que permite ao cidadão saber cada rua da cidade com pavimento em asfalto, em paralelepípedo, ou a que não foi ainda calçada. Acabou aquela história de dizer que uma rua sem pavimentação consta como calçada na prefeitura”, afirmou o prefeito Cícero Lucena (Progressistas).


Nenhum comentário

Faça seu comentário

Tecnologia do Blogger.