Ex-moradores de rua se casam após relação iniciada em abrigo contra a Covid-19 em Piracicaba

Cerimônia foi feita dentro do abrigo temporário e o casal planeja reconstruir a casa dela para que possam sair das ruas. 'Hoje a gente é uma família', celebra o noivo.





Em meio à pandemia do coronavírus, incontáveis casamentos foram cancelados, festas planejadas há anos pelos noivos tiveram que ser adiadas e o sonho jogado para depois. Mas, em Piracicaba (SP), um casal se conheceu e casou graças a esse período turbulento. "Hoje a gente é uma família", celebra o noivo Alexon.

O encontro dos dois foi em um abrigo para pessoas em situação de rua. O local, que antes da pandemia era um ginásio de lutas, foi adaptado para receber os moradores de forma provisória e evitar a propagação da Covid-19. Lá eles têm acompanhamento psicológico, médico e odontológico, além de orientações de higiene, atividades físicas, oficinas e biblioteca.


Alexon Cardoso da Silva, de 31 anos, e Adriana Cristina da Silva Ventura, de 46, se conheceram oficialmente no abrigo, embora já tivessem se visto pelas ruas antes. Ela foi a primeira a chegar e depois ele apareceu. Os dois começaram a conversar.

"Fazia uma semana que ele estava aqui, aí ele quis ir embora porque tinha muito tumulto", conta ela. Foi aí que decidiu agir. Quando viu que Alex estava deixando o local, foi até ele, pedindo para que não fosse.Com isso, ele decidiu ficar. Os dois se conheceram melhor. "A gente foi conversando, até que a gente se acertou. Ela aceitou namorar comigo e depois casar", revela AlexonO casal teve orientação psicológica, conversas com os pastores e, apesar de problemas que tiveram com drogas antes, ambos largaram o vício e estão "limpos".


G1 PB

Nenhum comentário

Faça seu comentário

Tecnologia do Blogger.