PT na Paraíba denuncia que militante LGBTQI+ foi morto com requintes de crueldade em João Pessoa e exige investigação

O PT na Paraíba emitiu nota em que exige da Secretaria de Estado da Segurança Pública a nomeação de um delegado para investigar a morte de Gabriel Taciano. O jovem foi encontrado morto, neste domingo (17), em uma mata no bairro de Jacarapé, em João Pessoa, com requintes de crueldade.

De acordo com a nota dos diretórios estadual e municipal na Capital, "Gabriel era militante do Partido dos Trabalhadores e das mais diversas lutas sociais e populares de nosso Estado. Era um grande guerreiro da causa LGBTQI+ e um incansável defensor dos direitos humanos."
Gabriel estava desaparecido e foi encontrado sem vida justamente no Dia Internacional de Combate à Homofobia. "Exigimos IMEDIATAMENTE que o Governo do Estado através da Secretaria de Segurança Pública nomeie um delegado especial para investigar o caso, prendendo seus assassinos e que a justiça puna com rigor os criminosos."

Veja a nota do PT na íntegra

Partido dos Trabalhadores

NOTA PÚBLICA

Hoje, dia 17 de maio de 2020, Dia Internacional de Combate a Homofobia, foi encontrado o corpo do nosso companheiro filiado ao PT Gabriel Taciano.

O companheiro Gabriel estava desaparecido e foi encontrado morto, com requintes de crueldade na praia de Jacarapé na Capital, em mais um crime extremamente hediondo e covarde contra um membro da comunidade LGBTQI+.

Gabriel era militante do Partido dos Trabalhadores e das mais diversas lutas sociais e populares de nosso Estado. Era um grande guerreiro da causa LGBTQI+ e um incansável defensor dos direitos humanos.

O assassinato de Gabriel em uma data tão simbólica para a luta contra a homofobia não poderá ficar em vão e se tornar mais uma estatística de crimes cometidos contra a comunidade LGBTQI+.

Exigimos IMEDIATAMENTE que o Governo do Estado através da Secretaria de Segurança Pública nomeie um delegado especial para investigar o caso, prendendo seus assassinos e que a justiça puna com rigor os criminosos.

Pedimos o envolvimento do Ministério Público, Assembleia Legislativa, Comissão de Direitos Humanos da OAB e todos os órgãos de direitos do cidadão que acompanhem as investigações para descobrir os motivos e os assassinos do nosso companheiro.

Segundo estudo realizado pelo Grupo Gay da Bahia, a Paraíba foi o 5º Estado em número de assassinatos em 2019 de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, transgêneros ou intersexuais, com 14 homicídios naquele ano.

O ASSASSINATO DE GABRIEL EM UM DIA TÃO SIMBÓLICO COMO O DE HOJE, NÃO PODERÁ SER APENAS MAIS UMA ESTATISTICA. CHEGA!

Queremos uma investigação séria e punição urgente aos culpados.
João Pessoa, 17 de Maio de 2020.

Dia Internacional da Luta contra a Homofobia

Jackson Macêdo
Presidente do PT PB

Giucelia Figueiredo
Presidenta do PT de João Pessoa

Diário da Paraíba com ClickPB

Nenhum comentário

Faça seu comentário

Tecnologia do Blogger.