PT irá apresentar pedido de impeachment contra presidente Jair Bolsonaro

"Com este governo, não dá mais", disse Gleisi Hoffmann, presidente do PT, em anúncio com os líderes José Guimarães e Enio Verri.



O Partido dos Trabalhadores irá apresentar um pedido de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), de acordo com nota divulgada no site oficial do partido.
"Com este governo, não dá mais", disse Gleisi Hoffmann, presidente do PT, em anúncio com os líderes José Guimarães e Enio Verri. 
"Bolsonaro é incapaz de dar resposta à crise que estamos vivendo e não tem condições, nem capacidade administrativa e humana de conduzir o país. Briga com todo o mundo, e não protege o povo brasileiro", completou.
"É preciso fazer avançar o pedido de impeachment. É em respeito ao povo brasileiro e à vida da população. Enquanto a população morre, temos um presidente irresponsável", disse Verri, deputado federal e líder do PT na Câmara dos Deputados.
Novas Eleições
Além do impeachment de Bolsonaro, o PT vai lutar pela aprovação da Proposta de Emenda Constitucional  37/2019, que prevê a realização de "eleições presidenciais em caso de vacância do cargo, por qualquer motivo, até seis meses antes do fim do mandato".
"Essa posição consolida a posição das esquerdas e dos democratas brasileiros. Não dá mais para Bolsonaro continuar a conduzir os destinos do país", disse José Guimarães, líder da Minoria no Congresso.
Lula
No início de abril, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a afirmar que acredita na possibilidade de acontecer um impeachment contra o atual presidente. 
"Eu acho que nós poderemos chegar a ter um pedido de impeachment do Bolsonaro, sim, na medida em que ficar provado o crime de responsabilidade e na medida que o presidente da Câmara resolva colocar em votação o pedido de impeachment".

Nenhum comentário

Faça seu comentário

Tecnologia do Blogger.