Procura pela Delegacia Online na Paraíba aumenta em até 58% entre fevereiro e abril por causa da pandemia do coronavírus

A procura pela Delegacia On-line na Paraíba aumentou em até 58,8% entre os 23 primeiros de fevereiro e o mesmo período de abril, segundo informações da Polícia Civil da Paraíba. O isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19 intensificou a procura pelo serviço virtual de denúncias de natureza simples e sem gravidade e que não necessitam de perícias ou intervenção rápida da polícia.

Somente nos 23 primeiros dias de abril deste ano, a instituição recebeu 5.718 boletins de ocorrência pela internet. Em média, foram 248 casos por dia e quase 10 a cada hora. O total é 25,5% maior em relação aos 4.265 registros do mesmo período de março deste ano. Se comparado aos 2.353 casos de fevereiro, quando não existiam casos da doença na Paraíba, o crescimento chega a 58,8%.

As ocorrências de maior registro no site www.delegaciaonline.gov.br são as de extravios de documentos e objetos (1.687), furtos ( 642) e acidente de trânsito sem vítimas (340). Podem ser registradas virtualmente as ocorrências que não sejam urgentes. O comunicante recebe a certidão do boletim de ocorrência por e-mail. O caso será analisado e, se necessário, encaminhado para uma delegacia a fim de ser investigado.

Através de um parceria com o Tribunal de Justiça da Paraíba e Ministério Público da Paraíba, até o pedido e renovação de medidas protetivas para vítimas de violência doméstica podem ser feitos de forma virtual.

No entanto, nas situações em que há crimes graves e urgentes, a população continua sendo atendida em delegacias físicas. Policiais estão de plantão para atender, por exemplo, os casos de morte e que necessitem da remoção de cadáveres, também os casos de violência doméstica e de crimes contra crianças e adolescentes, estupros, cárcere privado, sequestros, roubo e furto de veículos, cumprimento de ordens judiciais e prisões em flagrante delito e  apreensão de adolescentes infratores.

Segundo o delegado geral da Polícia Civil da Paraíba, Isaías Gualberto, a instituição criou medidas para permitir que a população possa fazer o registro de ocorrência sem ter que ir pessoalmente a uma delegacia, nos casos menos graves.

"A Polícia Civil da Paraíba se adequou para ajudar a população a prevenir o novo coronavírus. Por meio da internet, o cidadão pode comunicar a ocorrência à polícia, receber a certidão desse registro e orientações que forem pertinentes, sem precisar sair de casa e sem se expor à contaminação pela doença", observou Gualberto.

Secom-PB

Nenhum comentário

Faça seu comentário

Tecnologia do Blogger.