Novo Hospital Prontovida será inaugurado nesta sexta-feira com 30 leitos exclusivos para Covid-19 em João Pessoa


Os primeiros 30 leitos da unidade já passam a funcionar a partir deste final de semana, sendo 10 deles de UTI.


O novo Hospital Prontovida  exclusivo para tratamento da Covid-19, será inaugurado nesta sexta-feira (15), no bairro de Tambiá, em João Pessoa. Os primeiros 30 leitos da unidade já passam a funcionar a partir deste final de semana, sendo 10 deles de UTI. 
O prefeito da capital paraibana, Luciano Cartaxo, o secretário de saúde, Adalberto Fulgêncio, e de infraestrutura, Sachenka da Hora, participam da inauguração, que será feita de forma restrita, evitando aglomerações. 
A unidade hospitalar foi completamente reestruturada com novas redes elétrica e hidráulica, instalação de dutos para gases hospitalares, reparo e reinstalação da climatização, além de pintura e retalhamento.
“Em poucos dias, João Pessoa está ganhando um novo hospital com toda estrutura para o enfrentamento à Covid-19. O Prontovida é resultado de um trabalho integrado de várias secretarias para fortalecer a rede saúde. A partir deste final de semana, já vamos admitir os primeiros pacientes”, disse o prefeito Luciano Cartaxo. 
Serão 178 profissionais atuando neste primeiro momento, incluindo médicos clínicos, infectologistas, cardiologistas, intensivistas, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas, farmacêuticos e fisioterapeutas. 
“Quando estiver com a capacidade máxima de pacientes, com 114 leitos implantados, sendo 32 de UTI, a unidade terá cerca de 500 pessoas trabalhando diariamente”, afirmou o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio. 
Combate à Covid 
O novo Prontovida terá três áreas para implantação de UTIs, farmácia, central de abastecimento, laboratório, radiologia, copa, refeitório, sala de repouso e almoxarifado. O hospital terá disponibilidade para a realização de exames, a exemplo de Raio-X e laboratoriais. A unidade contará com respiradores, ventiladores, monitores, além de aparelhos para a reanimação de pacientes.

Nenhum comentário

Faça seu comentário

Tecnologia do Blogger.