Homem é preso em Santa Rita vendendo “garrafada” para curar coronavírus por R$ 100

O homem, de 49 anos, anunciava o produto nas redes sociais e afirmava que a substância era capaz de curar doenças como Aids, câncer e covid-19.




Um homem foi preso em Santa Rita, na noite dessa quinta-feira (30), acusado de vender um falso medicamento com a promessa de curar Aids, câncer e covid-19. O produto, um tipo de 'garrafada', era vendido por R$ 100 o litro.
A ação, que teve o apoio do Ministério Público da Paraíba e Agência Estadual de Vigilância Sanitária, ocorreu no bairro de Marcos Moura, em Santa Rita.
Segundo a Polícia Civil, o homem de 49 anos vinha sendo investigado por equipes da Delegacia Seccional de Santa Rita por anunciar em redes sociais um falso medicamento feito à base de ervas.
Após obter ordens judiciais, os policiais civis realizaram buscas em um imóvel comercial usado pelo suspeito para a fabricação do falso medicamento.
No local foram encontrados vários insumos e utensílios usados na produção. O imóvel não possuía alvará de funcionamento e nem autorizações sanitárias para ser utilizado como local de fabricação de medicamentos.
O comércio foi interditado e o homem foi preso em flagrante delito e autuado por crime contra a saúde pública. O delito é considerado hediondo e a pena máxima é de 15 anos.
Ele foi conduzido para a carceragem da Central de Polícia Civil, em João Pessoa.
click pb

Nenhum comentário

Faça seu comentário

Tecnologia do Blogger.