Exonerado do comando do 7° Batalhão pelo governador João Azevêdo, Major Sidnei confirma que vai disputar a Prefeitura de Sapé

O major Sidnei Paiva de Freitas foi exonerado do cargo de comandante da 7° Batalhão de Polícia Militar do município de Sapé. Ele deixa o comando policial da cidade com um legado de combate à criminalidade que não parou nem mesmo durante a pandemia do novo Coronavírus. Major Sidnei reduziu todos os índices de criminalidade da região de Sapé, desde assaltos, passando por latrocínios, sequestros e homicídios. Também efetuou um trabalho social que chamou a atenção dos moradores da região comandada por ele na área da segurança.

Reconhecido por sua forte atuação no combate ao crime, o Major Sidnei faz a diferença por onde passa, aproximando a Polícia das comunidades e promovendo diversas ações na área social, contribuindo com a qualidade de vida da população. Com esse perfil de respeito e trabalho pelo povo, o Major conquistou a confiança dos moradores da cidade de Sapé e foi convocado para disputar o cargo de prefeito da cidade, desafio aceito pelo oficial da Polícia Miliar que confirma que será candidato.

Além de atuar firmemente contra a criminalidade e conseguir diminuir os índices de violência, o Major consegue tempo para olhar para as pessoas carentes com campanhas humanitárias de doações de alimentos, brinquedos e serviços sociais. Com o nome em ascensão, Sidnei Paiva foi procurado por diversos partidos e oficializou sua filiação ao Podemos.

Em Sapé, o povo já passou por várias administrações familiares que não avançaram, sobretudo. Por isso convocam o militar para cumprir mais essa árdua e dura missão de promover desenvolvimento e correição na cidade de Sapé.

 Assessoria

Nenhum comentário

Faça seu comentário

Tecnologia do Blogger.